Por: Professor Mesquita

Foto destaque

Já parou para pensar, sobre o que faz uma pessoa ter sucesso e reconhecimento na atuação profissional?

É comum ouvirmos que o Talento é o fator primordial para se colher os "louros" do sucesso, seja na execução de um trabalho específico, no desempenho em um esporte ou até mesmo no ato de educar.

Em nosso processo de reflexão chegamos a comentar sobre os assuntos abordados no livro "Fora de Série: Outliers" escrito por Malcolm Gladwell.

O autor tenta explicar através de um ponto de vista técnico, que foge das explicações espiritualizadas, fato que por si só já chama atenção, pois para nós a maioria das publicações, que abordam o tema sucesso faz uso de metáforas como "Segredos", "Monges Executivos" e até mesmo "Gansos".

Um dos itens que chamou bastante a atenção de toda a equipe.

O tempo de treino, que uma pessoa deve dedicar para ser "realmente bom" em algo, este conceito é comum aos músicos, que determina um número de horas ao dia para treinar o instrumento no qual ele tem interesse em ter absoluto domínio.

O autor seguindo exemplos que vão de Beethoven à Bill Gates, afirma que praticar uma atividade 3 horas diariamente por 10 anos desenvolverá na maioria das pessoas a capacidade de excelência e que muito do talento depende dessa capacidade de disciplina.

Portanto a excelência pode vir com o tempo e aquilo que é considerado Talento, pode na verdade ser fruto de muita dedicação.

Existe uma passagem atribuída a Pablo Picasso, que exemplifica esse conceito. Uma rica senhora muito fã do famoso pintor pede a ele, que faça um retrato.

O pintor em pouquíssimos minutos atende ao pedido, deixando a mulher muita satisfeita com a obra, mas ao passar o preço a senhora fica indignada e aponta o pouco tempo para a conclusão da pintura.

Picasso com a sabedoria de quem realmente possui a consciência de sua dedicação, diz à mulher que na verdade a técnica, que ele aplicou, foi desenvolvida durante toda a sua vida e, portanto é muito mais que os minutos que ela presenciou.

A mulher foi convencida a pagar pela obra única.