Por: Renato Miranda

Foto destaque
"Entre o potencial psicofsico da criana e/ou adolescente e a consagrao desse potencial em sucesso esportivo h uma distncia muito grande" Quando o esporte entra na vida das pessoas ainda em tenra idade, por volta dos 12 anos e s vezes um pouco mais cedo, dependendo da modalidade e das influncias do meio ambiente em que se vive, freqente o despertar de possibilidades de fazer da prtica esportiva um meio de ascenso social ou de realizao de sonhos diversos.


Ao falar que o esporte entra na vida das pessoas, no estou dizendo somente daqueles que por ventura esto no incio da experincia esportiva, mas tambm da famlia, principalmente pai e me. So vrios os aspectos de estudos e discusses a respeito desse tema, mas hoje tratarei de abordar o caso de crianas e adolescentes que ao possurem, algumas qualidades fsicas que chamam a ateno dos adultos, como alta estatura, tima definio muscular, agilidade e, alm disso, entre outras qualidades so bastante resistentes aos esforos.

Por outro lado, esses iniciantes no esporte possuem caractersticas psquicas que impressionam muita gente (principalmente a famlia): fazem atividades fsicas e esportivas com grande concentrao, esto sempre motivados a exercitar o corpo, resistem s possveis tenses da prtica esportiva e sentem prazer constantemente quando so exigidos diante tarefas diversas.

natural, portanto, que os pais se encham de orgulho, alegria e vislumbrem um possvel futuro de profissionalismo e no muito raro, sucesso, fama, dinheiro e tudo o mais que o esporte competitivo pode proporcionar. Acontece que entre o potencial psicofsico da criana e/ou adolescente e a consagrao desse potencial em sucesso esportivo h uma distncia muito grande.

Variveis

Por mais que as condies psicofsicas desses novos esportistas encham os olhos de pediatras, pais, professores etc., temos de considerar que diversas variveis influenciam e podero determinar o futuro esportivo dos garotos e garotas com potenciais atlticos. Ademais, algumas consideraes a respeito da prtica esportiva tambm deveriam ser levadas em conta.

Primeiramente muita calma ao avaliarmos o potencial psicofsico do (a) jovem (que est intimamente ligado herana gentica dos pais), pois, no basta um corpo atltico preciso que esse corpo seja adequadamente preparado e treinado. A escolha do profissional ou daqueles profissionais que vo orientar, preparar, sofisticar e acompanhar o desenvolvimento psicofsico do atleta to importante quanto s oportunidades de competir e apoio familiar, para citar apenas dois fatores.

Por vezes o (a) jovem se destaca com timos resultados no meio ambiente em que este se relaciona, o caso tpico do (a) atleta que compete em sua cidade e regionalmente. Isso no basta, preciso coloc-lo (a) em prova com os outros esportistas de outras regies do pas (ou de outros pases), que certamente tero caractersticas psicofsicas semelhantes.