Por: Professor Mesquita

Foto destaque

O álcool não afeta somente a pessoa que abusa da bebida, mas também afeta as pessoas que vivem ao seu redor. Os filhos de alcoólatras são os que mais sofrem com isto, podendo desenvolver certas características que foram listadas pela Dra. Jan G. Woititz em seu livro Adult Children of Alcoholics (1983).

Wititz encontrou 13 características que podem ser encontradas nos filhos dessas pessoas (que, é claro, também podem ser encontradas em outras famílias disfuncionais). No entanto, antes do livro de Jan já existia a The Laundy List, uma lista mais extensa de características que foram observadas em lares problemáticos.

Essa lista foi adotada como parte do artigo O Problema, elaborado pela Adult Children of Alcoholics World Service Organization. De acordo com ela, muitos filhos de alcoólatras crescem e mostram alguns dos seguintes traços:

- Isolamento

- Medo de pessoas e figuras de autoridade

- Sentem necessidade de aprovação

- Têm medo de pessoas irritadas

- Têm pavor de receber críticas pessoais

- Viram alcoólatras ou se casam com alguém assim

- Se enxergam como vítimas

- Têm um senso exagerado de responsabilidade

- São mais preocupados com os outros do que consigo mesmo

- Sentem culpa quando insistem em algo a seu favor

- Ficam viciados em ter momentos empolgantes

- Confundem amor com dó

- Adoram pessoas que precisam de ajuda

- Escondem seus sentimentos

- Perdem a habilidade de sentir

- Têm baixa auto-estima

- Têm um auto julgamento muito duro

- Têm muito medo de serem abandonados

- Fazem qualquer coisa para manter um relacionamento

- Apresentam características de alcoólatras mesmo sem beber

- Viram reagentes e não agentes.